Ladrón de Arte

Confesso que o nome é curioso, sedutor e até irónico, tendo em conta a minha formação profissional e a minha actividade como Galerista e Directora de Arte, ao longos dos últimos anos. O nome da marca suscitou de imediato a minha atenção, mas o que me conquistou foi a irreverência inovadora, associada aos detalhes cuidadosamente aplicados, ou bordados que criam um equilíbrio multicultural. Uma componente cosmopolita e global de várias manifestações étnicas, que encontram o seu equilíbrio de uma forma única.

A primeira pergunta, que me têm feito, é se são peças para todas as mulheres?

Eu acho sinceramente que sim, por isso a minha aposta como representante da Ladrón de Arte.

São peças exclusivas, marcantes, e que têm um “je ne sais quois” que as torna verdadeiramente especiais.

Para usar durante o dia ou numa saída informal, use com umas calças de ganga gastas ou rasgadas, stilettos, e uma tee branca (tamanho acima do seu) e um blazer liso.

Para uma reunião de trabalho ou cocktail, ficam perfeitas com um LBD, ou com uma fato completo versão masculina. Vestidos longos versão anos 70 ficam também maravilhosos. Lisos ou com padrão. E por aí adiante.

Os colares, os “babetes” que se assemelham a uma peça de roupa, clutches e cintos são a espinha de toda a colecção que já podem visitar na UP BOUTIQUE, Rua Alexandre Herculano 39A em Lisboa.

Não é um acessório versátil??? ;)

Gostaria de agradecer o apoio de toda a imprensa e convidados presentes, família, do Fonte Cruz Hotel pela excelência, delicadeza e espaço, e do Edgerton Pink Gin que é simplesmente delicioso.

Aqui fica a minha partilha, de algumas imagens, de um dia tão especial.

Ler mais

Procura-se um amigo.

image

"Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.

Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.”

Vinicius de Moraes 

GIN COR DE ROSA? DRINK PINK!

image

Foi lançado em Londres, e só consegue encontrá-lo nos lugares mais luxuosos do planeta. Agora, chegou a Portugal!

Edgerton, o primeiro gin cor de rosa do mundo resulta de uma combinação única (e secreta) de 14 especiarias, entre elas, a exótica Damiana (uma erva mexicana com um sabor “smoky-mint”, tradicionalmente oferecida aos casais em lua de mel), pó de amêndoa, canela, e grãos do paraíso (pimenta gengibre, que começou a ser apanhada ao final do dia dos rios que fluíam do Éden).

Amanhã, esta é a minha escolha para o lançamento da marca de acessórios Ladron de Arte no FonteCruz Lisboa.

Caso para dizer: Welcome to PARADISE! 

image

Apostas nacionais: Carolina Curado

Uma marca 100% portuguesa assinada pela designer Carolina Curado.

Com elementos da natureza, as peças têm uma orgânica invulgar com a utilização de corais ou pérolas.

Esta influência não é um acaso, Carolina Curado é formada em biologia, e esta é uma forma de comunicar a sua outra paixão: as jóias.  Um casamento que se mostrou perfeito, onde encontrou uma nova harmonia e contemporaneidade numa temática que podia ser difícil de trabalhar. E é essa linguagem que a distingue.

A marca foi lançada em 2012, e é uma das minhas apostas nacionais, que brevemente vai integrar a UP Boutique.

Ear Cuff_AP_Gold - 40€

Oito flores juntas criam um Ear Cuff. Disponível para a orelha esquerda e direita (vendido à unidade), em dourado e prateado. Tem uma argola no topo e um espigão que permite colocar o brinco na posição correcta.

Material: Latão com banho de ouro

Ear Cuff_AP_Silver - 42€

Oito flores juntas criam um Ear Cuff. Disponível para a orelha esquerda e direita (vendido à unidade), em dourado e prateado. Tem uma argola no topo e um espigão que permite colocar o brinco na posição correcta   

Material: Latão com banho deo ródio
Ear Cuff_GKB_gold - 55€

Oito folhas de ginkgo biloba enterlaçadas que juntas sobem pela orelha em duas metades. Disponível para a orelha esquerda e direita (vendido à unidade), em dourado e prateado. Ajustável à orelha com uma argola no topo e um espigão.

Material: Latão com banho de ouro

Ear Cuff_GKB_silver - 57€

Oito folhas de ginkgo biloba enterlaçadas que juntas sobem pela orelha em duas metades. Disponível para a orelha esquerda e direita (vendido à unidade), em dourado e prateado. Ajustável à orelha com uma argola no topo e um espigão.

Material: Latão com banho de ródio.

Anel Dragões_Rosa_gold - 55€

Dois dragões seguram uma rosa envolvidos por zircões. Disponíveis em vários tamanhos por encomenda.

Material: Latão com banho de ouro, zircões e resina.

Anel Dragões_Zircão Rosa Escuro_gold - 55€

Dois dragões seguram uma rosa envolvidos por zircões. Disponíveis em vários tamanhos por encomenda.

Material: Latão com banho de ouro, zircões e pérolas.

Anel Unha_Zircões_gold - 35€

Anel de unha dourado com seis zircões. Tamanho ajustável.

Material: Latão com banho de ouro e zircões.

Anel Unha_AP_silver - 32€

Anel de unha dourado com tres flores. Tamanho ajustável. Pode ser usado na unha ou a meio do dedo. 

Material: Latão com banho de ródio.

 

YOU ARE WELCOME TO ELSINORE

"Entre nós e as palavras há metal fundenteentre nós e as palavras há hélices que andame podem dar-nos morte     violar-nos     tirardo mais fundo de nós o mais útil segredoentre nós e as palavras há perfis ardentesespaços cheios de gente de costasaltas flores venenosas     portas por abrire escadas e ponteiros e crianças sentadasà espera do seu tempo e do seu precipícioAo longo da muralha que habitamoshá palavras de vida     há palavras de mortehá palavras imensas, que esperam por nóse outras, frágeis, que deixaram de esperarhá palavras acesas como barcose há palavras homens, palavras que guardamo seu segredo e a sua posiçãoEntre nós e as palavras, surdamente,as mão e as paredes de ElsinoreE há palavras nocturnas palavras gemidospalavras que nos sobem ilegíveis à bocapalavras diamantes palavras nunca escritaspalavras impossíveis de escreverpor não termos connosco cordas de violinosnem todo o sangue do mundo nem todo o amplexo do are os braços dos amantes escrevem muito altomuito além do azul onde oxidados morrempalavras maternais só sombra só soluçosó espasmos só amor só solidão desfeitaEntre nós e as palavras, os emparedadose entre nós e as palavras, o nosso dever falar”

Mário Cesariny

imagem de Carlos Ramos
YOU ARE WELCOME TO ELSINORE
"Entre nós e as palavras há metal fundente
entre nós e as palavras há hélices que andam
e podem dar-nos morte     violar-nos     tirar
do mais fundo de nós o mais útil segredo
entre nós e as palavras há perfis ardentes
espaços cheios de gente de costas
altas flores venenosas     portas por abrir
e escadas e ponteiros e crianças sentadas
à espera do seu tempo e do seu precipício

Ao longo da muralha que habitamos
há palavras de vida     há palavras de morte
há palavras imensas, que esperam por nós
e outras, frágeis, que deixaram de esperar
há palavras acesas como barcos
e há palavras homens, palavras que guardam
o seu segredo e a sua posição

Entre nós e as palavras, surdamente,
as mão e as paredes de Elsinore

E há palavras nocturnas palavras gemidos
palavras que nos sobem ilegíveis à boca
palavras diamantes palavras nunca escritas
palavras impossíveis de escrever
por não termos connosco cordas de violinos
nem todo o sangue do mundo nem todo o amplexo do ar
e os braços dos amantes escrevem muito alto
muito além do azul onde oxidados morrem
palavras maternais só sombra só soluço
só espasmos só amor só solidão desfeita

Entre nós e as palavras, os emparedados
e entre nós e as palavras, o nosso dever falar”
Mário Cesariny
imagem de Carlos Ramos

UP BOUTIQUE E LADRÓN DE ARTE

 

 

“Para além das minhas outras áreas profissionais, abracei um projecto que se chama UP Boutique, uma extensão do meu blog  www.raquelprates.com

O conceito passa por divulgar, promover, e comercializar marcas Portuguesas de Designers e Criadores emergentes, mas também nomes consagrados. Nas minhas pesquisas, e outras vezes por contacto das próprias marcas, descobri criadores que era obrigatório divulgar, pelo prazer de conhecer e reconhecer que há quem não desista, e que há mais pessoas a tornar os seus sonhos em realidade. 

Existe uma geração,  com perspectivas diferentes do mercado de moda e acima de tudo orgulhosos da impressão made in Portugal nas suas peças. 


O acreditar, o sonho, o vencer obstáculos, ultrapassar adversidades e não ter medo …  foram sem dúvida algumas das alavancas deste projecto.

Com o passar do tempo a UP Boutique foi ganhando forma,  primeiro na divulgação e promoção destas marcas nacionais, seguido do desafio de apresentação ao grande público nas nossas lojas em Lisboa e Porto.

Agora para um novo patamar internacional…

Também aqui a importância das marcas emergentes. Foi assim que descobri a LADRÒN DE ARTE, que me encantou pelas suas peças únicas. Acessórios de autor que são criados de forma artesanal. Verdadeiras obras de arte onde a sofisticação dos materiais nobres se envolve a uma nova estrutura de união cultural.”

O lançamento oficial será na próxima sexta-feira, dia 27, e estou nos preparativos para ser um sunset inesquecível.

Agradeço pessoalmente ao FONTECRUZ HOTEL, ao GIN EDGERTON – Original Pink, e à CROQUETE BRAND pelo apoio.

Brevemente todas as peças on-line. ;)

Imagem de Carlos Ramos, Styling de Pedro Crispim e Cabelos por Duarte Menezes.